5.9.15

Mitigação - Ações de mitigação - Atividades de mitigação - MANUAL DE PLANEJAMENTO DE EMERGÊNCIA


Mitigação

Ações de mitigação:

A mitigação se constitui em uma das atividades mais importantes, já que permite levar a cabo as ações antecipadas, com o propósito de reduzir significativamente as conseqüências esperadas por um evento. Esta etapa é mais eficiente e econômica em termos de inversão de recursos e do custo social, e se utiliza para diminuir a exposição dos elementos vulneráveis tais como pessoas, a infra-estrutura e o meio ambiente;

As ações de mitigação devem ser incorporadas nos programas de planificação e desenvolvimento da área afetada, pela razão que é necessário levar adiante estudos de ameaças e de vulnerabilidade, os quais permitem definir as zonas mais adequadas para a realização de assentamentos humanos, atividades produtivas, reforço de edifícios e desenvolvimento de obras de engenharia.


  
Atividades de mitigação
  

As principais atividades que se podem desenvolver nesta etapa são:

- Estudos de vulnerabilidade: física, social, econômica, cultural e ecológica;

- Planos de ordenamento territorial com a finalidade de delimitar áreas de influência das ameaças;

- Programas de reconhecimento de assentamentos humanos em zonas de menor perigo;

- Reforço de edificações e estruturas vulneráveis;

- Vigilância e controle na aplicação de normas de saúde pública: segurança industrial e de manejo de desperdícios de contaminantes;

- Construção de diques e represas em áreas expostas a inundações ou trasbordamentos de rios;

- Obras de conservação de solos, tais como estabilização de talús, barreiras naturais, drenagens, canaletas para o controle de avalanches e inundações em vales da alta declividade;


- Construção de rampas para a proteção das populações costeiras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário