5.9.15

IDENTIFICAÇÃO DOS RISCOS ( ANÁLISE DE RISCOS – PADRÃO HMEA –HAZARD MODE AND EFFECTS ANALYSIS) - SISTEMA - SUBSISTEMA - ÁREA/LOCALIZAÇÃO - RESPONSABILIDADE PELO SISTEMA - RESPONSABILIDADE PELA SEGURANÇA - ELEMENTO (PROCEDIMENTO) IDENTIFICAÇÃO - FUNÇÃO (PROCEDIMENTOS) - PROBLEMA PRINCIPAL - CATEGORIA - Causa dos riscos - Levantamento de meios e recursos - Estrutura interna de segurança - PLano de evacuação - Plano de intervenção - Instrução de segurança - Exercícios e treinos - MANUAL DE PLANEJAMENTO DE EMERGÊNCIA

IDENTIFICAÇÃO DOS RISCOS ( ANÁLISE DE RISCOS – PADRÃO HMEA –HAZARD MODE AND EFFECTS ANALYSIS)

• SISTEMA:
• SUBSISTEMA:
• ÁREA/LOCALIZAÇÃO:
• RESPONSABILIDADE PELO SISTEMA:
• RESPONSABILIDADE PELA SEGURANÇA:
• ELEMENTO (PROCEDIMENTO) IDENTIFICAÇÃO:
• FUNÇÃO (PROCEDIMENTOS):
• PROBLEMA PRINCIPAL:
• CATEGORIA (ver tabela abaixo):



• NATUREZA DO FERIMENTO/DANO PESSOAL AFETADO:
• CONSEQUÊNCIA PRIMÁRIA:
• CONSEQUÊNCIA SECUNDÁRIA:

• CLASSIFICAÇÃO DO RISCO (ver figura 5) DETALHADO:
-PARA A PROPRIEDADE
-PARA PESSOAL INDIVIDUAL
-PARA PESSOAL COLETIVO
-PARA O PROCESSO
-PARA O PRODUTO
-PARA O EQUIPAMENTO
-PARA O MEIO AMBIENTE INTERNO
-PARA O MEIO AMBIENTE EXTERNO

• CAUSA DO RISCO:

• GESTÃO DO RISCO:
-REDUÇÃO DO RISCO
-EVITAR O RISCO
-ASSUMIR O RISCO
-REPASSAR O RISCO À SEGURADORA


2.1 Riscos internos

2.1.1 Riscos potenciais
2.1.1.1 Pontos críticos de evacuação

2.1.2 Previsão de efeitos
2.1.2.1 Incêndio (local, pavimento, setor, causa)
2.1.2.2 Explosão
2.1.2.3 Colapso energético
2.1.2.4 Colapso estrutural
2.1.2.5 Incremento de pânico
2.1.2.6 Sobrecarga/curto-circuito elétrico
2.1.2.7 Acidentes pessoais
2.1.2.8 Acidentes de trabalho

2.2 Riscos externos

2.2.1 Riscos de origem natural
2.2.1.1 Inundação
2.2.1.2 Vento
2.2.1.3 Golpe de calor
2.2.1.4 Raios

2.2.2 Riscos de origem humana

2.2.2.1 De origem tecnológica
2.2.2.1.1 Incêndio
2.2.2.1.2 Explosão
2.2.2.1.3 Colapso energético
2.2.2.1.4 Colapso estrutural

2.2.2.2 De origem biomédica
2.2.2.2.1 Contaminação por poluentes
2.2.2.2.1.1 Gasosos
2.2.2.2.1.2 Líquidos
2.2.2.2.1.3 Sólidos

2.2.2.3 de origem social
2.2.2.3.1 Incendiarismo
2.2.2.3.2 Sequestro
2.2.2.3.3 Sabotagem
2.2.2.3.4 Atentado
2.2.2.3.5 Greve
2.2.2.3.6 Saque
2.2.2.3.7 Invasão


3. LEVANTAMENTO DE MEIOS E RECURSOS

3.1 Equipamentos de 1ª intervenção
3.1.1 Equipamentos de combate a incêndio (tipo, quantidade, pavimento, setor)
3.1.1.1 Equipamentos portáteis de combate a incêndio (tipo, quantidade, pavimento, setor)
3.1.1.2 Equipamentos fixos de combate a incêndio (tipo, quantidade, pavimento, setor)

3.1.2 Equipamentos para entradas forçadas
3.1.3 Equipamentos para busca
3.1.4 Equipamentos para resgate
3.1.5 Equipamentos para manobras de água
3.2 Sistemas de iluminação e sinalização de emergência
3.3 Meios de alarme e alerta
3.4 Meios automáticos de extinção de incêndios
3.5 Meios de refúgio temporário/ abrigo temporário de população
3.6 Dispositivos para extração de fumaça, gases e vapores tóxicos
3.7 Pontos de pouso de helicópteros


4. ESTRUTURA INTERNA DE SEGURANÇA
4.1 Órgão de comando
4.2 Equipes de intervenção
4.3 Procedimentos operativos
4.4 Fluxograma operativo


5. PLANO DE EVACUAÇÃO
5.1 Identificação de saídas
5.2 Definição de caminhos
5.3 Programa da evacuação
5.4 Identificação dos pontos críticos
5.5 Seleção de locais de concentração externa
5.6 Determinação da evacuação


6. PLANO DE INTERVENÇÃO
6.1 Reconhecimento, combate e alarme interno
6.2 Evacuação
6.3 1ª intervenção
6.4 Corte de energia
6.5 Informação e vigilância


7. INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA
7.1 Instruções gerais
7.2 Instruções particulares
7.3 Instruções especiais


8. EXERCÍCIOS E TREINOS

9. REDE DE ACIONAMENTO
9.1 Coordenação operativa
9.2 Setores internos
9.3 Setores externos


10. ANEXOS


______________________________________
Avaliador

______________________________________
Local, data





Nenhum comentário:

Postar um comentário