12.7.15

SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIA - sinalização de proibição - sinalização de alerta - sinalização de orientação e salvamento - indicação do sentido de acesso a escada de emergência - indicação da saída de emergência e rampas para deficientes - indicação da forma de acionamento de barra antipânico instalada sobre a porta corta-fogo - sinalização de equipamentos - sinalização continuada de rotas de fuga - indicação de obstáculos nas rotas de saídas - Sinalização do registro de recalque - Sinalização de solo - Aspectos operacionais - MANUAL DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO NAS EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO


SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Trata de um conjunto de sinais visuais, que indicam, de forma rápida e eficaz, a existência, a localização e os procedimentos referentes a saídas de emergências, equipamentos de segurança contra incêndios e riscos potenciais de uma edificação ou áreas relacionadas a produtos perigosos.

A sinalização de emergência faz uso de símbolos, mensagens e cores, que estão afixados convenientemente no interior da edificação e áreas de riscos, esclarecendo que até o ano de 2001 as sinalizações exigidas não eram fotoluminescentes.

A sinalização de emergência divide-se em sinalização básica e sinalização complementar.

A sinalização básica constitui-se pelas seguintes categorias:

a) sinalização de proibição: visa proibir e coibir ações capazes de conduzir ao início do incêndio ou seu agravamento; exemplos abaixo:



b) sinalização de alerta: visa alertar para áreas e materiais com potencial de risco de incêndio, explosão, choques elétricos e contaminação de produtos perigosos, exemplos abaixo:
   


c) sinalização de orientação e salvamento: visa indicar as rotas de saída e ações necessárias para o seu acesso e uso, indica o sentido para esquerda ou direita de uma saída de emergência, especialmente para ser afixada em coluna ou acima da porta, indica o sentido do acesso a uma saída que não esteja aparente, saída por rampas, saída de direção vertical (subindo ou descendo), a seta deve estar posicionada de acordo com o sentido sinalizado; exemplos abaixo:



Nota: Na sinalização afixada na edificação só consta a figura, tendo em vista que o símbolo utilizado é universal, mas a mensagem escrita é suplementar no idioma do país.

d)  indicação do sentido de acesso a escada de emergência (sentido de fuga no interior das escadas), que indica direita ou esquerda descendo ou subindo, exemplos abaixo:



e)    indicação da saída de emergência e rampas para deficientes, exemplos abaixo:



f) indicação da forma de acionamento de barra antipânico instalada sobre a porta corta-fogo e pode ser complementada pela mensagem "aperte e empurre", exemplos abaixo:



g) sinalização de equipamentos: visa indicar a localização e os tipos de combate a incêndios e alarmes disponíveis no local, exemplos abaixo:



h)    sinalização continuada de rotas de fuga, complementa uma sinalização básica de orientação e salvamento, exemplos abaixo:



i)    indicação de obstáculos nas rotas de saídas, exemplos abaixo:



Quanto ao registro de recalque instalado nas edificações, é importante conhecer que a tampa do registro deve estar pintado nas cores vermelho e amarelo e identificado a palavra "INCÊNDIO" para hidrante e “CA” para chuveiros automáticos, nem sempre as edificações estão sinalizadas corretamente e poderá ser encontrado a tampa do registro somente pintada na cor vermelha ou até sem pintura. O registro de recalque fica situado no passeio público (calçada), fachada principal da edificação ou no muro da divisa com a rua; o registro de recalque pode ser constituído de um hidrante de coluna externo, localizado a distância de 10 (dez) metros até o local de estacionamento das viaturas do Corpo de Bombeiros.

Segue abaixo sinalização do registro de recalque e sinalização de solo que indica a localização dos equipamentos de combate a incêndio e alarme, exemplos abaixo:



Aspectos operacionais


A sinalização de emergência tem como finalidade reduzir o risco de ocorrência de incêndio, alertando para os riscos existentes e garantir que sejam adotadas ações adequadas à situação de risco, que orientem as ações de combate e facilitem a localização dos equipamentos e das rotas de saída para o abandono seguro da edificação em caso de incêndio.



Nenhum comentário:

Postar um comentário